sábado, 26 de fevereiro de 2011

Sábado, pizza de calabresa e cebola - muita cebola.

Há tempos que eu queria escrever sobre esse assunto mas por motivos de força maior acabava não escrevendo. Hoje resolvi xingar muito no twitter compartilhar um pouco da minha desgraça aqui e além do mais estou afim de começar um novo movimento - É issaê!

Eu tenho o costume de comer pizza ou esfiha aos sábados... mas acontece que ultimamente a pizza de sábado não vem me deixando tão feliz quanto eu gostaria. Há vários sábados a pizzaria onde faço o pedido não tem aceito pedidos de esfihas, pois por causa da temporada tem mais movimento e é mais interessante para eles fazer com que os clientes comprem apenas pizza. Okay, I can deal with it.

Mããããs.... o que fazer quando você, além de ser obrigado a comprar pizza no lugar de esfiha, é obrigado a comer uma pizza de praticamente outro sabor? Não que a pizza tenha vindo do sabor errado - veio certa, mas logo vocês entenderão meu raciocínio - mas acho que está na hora de estipular alguns limites para pizzaiolos sem noção.

Quem aí gosta de pizza de calabresa? Eu gosto, mas não gosto tanto assim exatamente: pra eu gostar eu preciso ter a opção de tirar a cebola e a pizza ficar apenas com o gosto da calabresa. E eis que chegamos ao 'x' da questão... Eu entendo que existem pessoas que gostem de cebola e até pedem pra colocar mais cebola na pizza de calabresa *argh*.. mas acho que assim como esses pedidos insanos são aceitos, o pedido contrário também deveria ser. Continuem seguindo meu raciocínio e vejam as pizzas abaixo:


A pizza da esquerda é de calabresa, isso eu não discuto. Mas a pizza da direita não pode ser considerada de calabresa! Isso pra mim é pizza de cebola. Porque apesar de você tentar tirar toda e qualquer cebola que exista nessa pizza, sempre terá um pedaço de cebola demoníaco, escondido e pronto para pular na sua boca! Sem contar que os pedaços de calabresa ficam com um gosto de cebola terrível....

Mas tá, é justamente por isso que eu peço pra atendente colocar menos cebola. E aí, o que acontece? A pizza vem exatamente com a mesma quantidade de cebola que das últimas vezes, quiçá até com mais cebola! Logo, penso o seguinte: se peço uma pizza de calabresa e ela vem com mais cebola do que calabresa, começarei a pedir uma pizza de cebola pra ver se eles passam a inverter a proporção: colocar mais calabresa do que cebola.

Já pedi uma pizza de cebola antes, mas foi meio que sem querer, mas acho que botarei essa ideia em prática o mais rápido possível.... Será que dá certo? Alguém já tentou isso antes também? Foi bem sucedido? Ou será que as pessoas realmente gostam tanto assim de cebola e eu sou a única que tem vontade de pedir pizza de calabresa sem cebola nenhuma? Porque olha, eu nem me importaria de pagar o mesmo preço pela pizza apesar dos ingredientes a menos... mas como eu não moro sozinha né, a voz da maioria é quem manda e aí quem acaba não comendo a pizza de calabresa sou eu - por causa da amaldiçoada cebola!

E para quem quiser apoiar a causa, comece a pedir uma pizza de cebola se a sua pizza de calabresa também está vindo estupidamente cheia de cebola! Agora vocês me deem licença que vou lá comer um pedaço da pizza de bauru que pelo menos vem sem cebola... ¬¬

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Justin Bieber deixará de ser cantor...

...pra virar dublê da Emma Watson?














Entendi bem, é isso mesmo? Porque se não for isso, não entendi o motivo de tanto estardalhaço só por causa de um corte de cabelo. '-'

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Tatuagem de estrelas

Eu sei que a notícia da menina belga que "acordou" com 56 estrelas tatuadas no rosto já é meio old, (veja a matéria completa aqui) mas eu acabei lembrando dela essa semana e resolvi fazer uma pequena comparação...


Simples. u_u

sábado, 12 de fevereiro de 2011

InuYasha

E aí, pessoal, tudo bem? Hoje venho trazer mais um anime cujos episódios estão lindamente upados no YouTube! :D
Vocês talvez lembrem que já fiz posts assim com Sakura Card Captors e Kaleido Star.. e hoje chegou a vez do meu anime favorito: InuYasha.

Lembro de passar boa parte das minhas madrugadas acordada assistindo ao Cartoon Network (sim, naquela época o canal prestava), pois passava a reprise dos episódios (acho que passavam uns 6 episódios no total... deveria começar a passar lá pela meia-noite e ia até 2:30 ou 3:00) e isso porque tinham parado de passar as 5:30 e colocado Cyborg 009 no lugar - o que logicamente me rendeu um ódio incondicional a esse anime. Lembro também de como me senti infeliz quando faltavam apenas alguns poucos episódios para acabar o anime e o Cartoon Network simplesmente parou de passar InuYasha, assim mesmo: do nada.

Mas, tá.. por que não fiz esse post antes se é logo o meu anime favorito? Simples, antes alguns episódios ainda estavam faltando e além disso, são muitos episódios. Mais precisamente 167 e isso sem contar os filmes e a fase Kanketsu-Hen... O ruim que os episódios 133/134, 147/148 e do 161 em diante estão apenas disponíveis legendados no YouTube.

Enfim... o esquema desse post vai ser um pouquinho diferente dos outros, eu vou apenas publicá-lo com os episódios normais e as arbeturas/encerramento... se possível vou ir linkando o resto que estiver faltando. Espero que eu consiga deixar bem completinho como fiz com os outros posts de animes. Bom, chega de papo porque afinal o tempo urge! Então aí vai:


Gambiarra

Quando minha mãe me falou sobre esse vídeo de ar condicionado caseiro usando fio de cobre e uma caixa de isopor cheia d'água eu juro que minha reação foi igual ao emoticon abaixo:

Photobucket

Mas o pior é que isso aparentemente funciona! É lógico que eu não testei mesmo porque não possuo tais habilidades para montar o 'aparato' e também nem o material necessário. Mas fica a dica para quem quiser se aventurar e montar um ar condicionado caseiro :D

Abaixo vocês conferem o vídeo e a descrição:



"O ar condicionado caseiro consiste apenas em fazer circular águ gelada em um tubo de cobre preso em forma de espiral atrás de um ventilador.
A água gelada esfria o tubo de cobre que por sua vez esfria o ar que é soprado pelo ventilador.
O ar condicionado caseiro tem baixo consumo de energia e é ecologicamente correto.
Testado e aprovado!!!"

E já que no vídeo aparece 'como visto em' então estou dando os créditos ao Oxidou. :)

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Top 5 #3

Rock que toca em rádios do tipo "mainstream" vale a pena? Quem gosta pode sempre ter duas reações: achar que o som da banda deveria permanecer underground ad infinitum e que ninguém de gosto musical duvidoso deve gostar a não ser o próprio que está falando... ou então que a banda realmente merece fazer sucesso e quanto mais gente escutar, melhor - independente de quais consequências esse "gostar coletivo" traga.

Já se você não gosta de mainstream e acha que o mainstream acaba com as bandas, sugiro que não ouça esse Top 5. Ou até ouça, pra ver se não muda de ideia.
Escolhi 5 bandas que acredito que possam se aplicar bem a essa ideia. Depois me digam se estou certa ou errada.

1: Shinedown - Devour
http://www.youtube.com/watch?v=0QXNtLaOnSE









2: Three Days Grace - Home
http://www.youtube.com/watch?v=axSgXq8kgAY









3: Breaking Benjamin - The Diary of Jane
http://www.youtube.com/watch?v=DWaB4PXCwFU









4: Rev Theory - Far From Over
http://www.youtube.com/watch?v=RVrmTL82vJY









5: Para Roach - Scars
http://www.youtube.com/watch?v=eHbNU9WuVgw










Bônus: 3 Doors Down - Scars It's Not My Time
http://www.youtube.com/watch?v=qpfhcljJ9bQ

Enjoy! o/

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Chrono Trigger


Hotdica: Clicaê pra ouvir enquanto lê o post ;)

Por mais que eu adore jogos como Earthbound, Harvest Moon, Bubsy e Banjo-Kazooie, devo confessar que minha paixão é o Chrono Trigger. Por que afinal, se não fosse isso o que mais me faria ir até a uma feira procurar um cd dele para PS1? Que aliás é igual a versão do SNES, mas tem o extra das animações em formato de anime - estilo Dragon Ball FTW!

Como de praxe, vou colocar um pouquinho da história e os links para download das 3 plataformas do jogo: SNES, PS1 e NDS. E sim, o post é dedicado ao melhor site que existia sobre Chrono Trigger em português mas que hoje em dia está fora do ar. Site esse que foi o responsável por disponibilizar uma rom em português em ótimas condições (pois existem duas roms do CT em português rodando por aí, sendo essa boa e a outra com uma qualidade deplorável) e também por ajudar vários jogadores de CT a resolver o problema do L+R+A na era 2300 A.D.

E ah, apesar de Chrono Cross e Racidal Dreamers estarem ligados diretamente a Chrono Trigger, dessa vez não vou falar sobre eles e tampouco deixar links para downloads dos arquivos, ok people?

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -


Download:

~Emulador ZSNES~
~Rom do Chrono Trigger para SNES (em português)~
~Rom do Chrono Trigger para SNES (em inglês)~

~Emulador ePSXe 1.7.0~
~Rom do Chrono Trigger para PS1~
(caso o emulador ePSXe 1.7.0 esteja emulando numa velocidade muito rápida basta configurar a opção Video do emulador como indicado nesta imagem)

~Emulador WinDS PRO 13~
~Rom do Chrono Trigger para NDS~

O jogo: Chrono Trigger

O emulador: ZSNES/ePSXe 1.7.0/WinDS PRO 13

Sobre: O jogo tem início no Reino Guardia, no ano 1.000 DC. Chrono é acordado por sua mãe e logo depois ele vai para a Feira do Milênio. Lá, ele conhecerá uma garota chamada Marle que irá acompanhá-lo pela Feira. Lucca, melhor amiga de Crono também estará na Feira exibindo sua mais nova invenção: uma máquina de teletransporte. Ao testar a invenção, Crono é bem sucedido, já Marle acaba sendo mandada para outra era. E é exatamente aí que a jornada começará. Viajando pelo tempo, Crono ainda encontrará novos amigos em diferentes eras, tais como Frog, Robo, Ayla e até mesmo Magus, se assim o jogador optar.

Chrono Trigger traz a jogabilidade de um RPG clássico com diversas inovações. O jogador controla o protagonista e seus companheiros pelo mundo fictício do jogo, composto por diversas florestas, cidades e cavernas. A navegação ocorre através de um mapa aéreo de visão do mundo. Áreas como florestas, cidades e palácios são retratadas em mapas mais realistas, em que os jogadores podem conversar com habitantes para procurar itens ou serviços, resolver desafios ou enfrentar inimigos.
A jogabilidade de Chrono Trigger difere dos RPGs tradicionais porque traz inimigos visíveis no mapa ao invés de encontros aleatórios e também as batalhas que ocorrem diretamente no mapa ao invés de telas de batalha específicas.

- Problema L+R+A da era 2300 A.D. no Arris Dome

Abaixo vocês podem conferir um vídeo onde é explicado como fazer para abrir a passagem secreta nas 3 plataformas do jogo: SNES, PS1 e DS.
Eu acho que fica mais fácil trocar os comandos pelas letras L e R mesmo, como o vídeo abaixo mostra. Acredito que dessa forma dê para localizar melhor o que você tem que segurar e apertar. Na versão para PS1 não é necessário trocar as teclas como vocês poderão notar, mas coloquei junto só para constar :)



- Diferenças de uma plataforma para a outra

O jogo continua exatamente o mesmo em todas as plataformas. São os mesmos gráficos e trilha sonora. Mas existem algumas mínimas diferenças que conseguem fazer com que sintamos vontade de jogar todos os 3! Abaixo vocês conferem as diferenças:

- A versão de PS1 foi vendida num pacote chamado Final Fantasy Chronicles, que continha Chrono Trigger e Final Fantasy IV. Ela recebeu muitas críticas negativas por causa do longo tempo de loading;
- A versão para DS foi adaptada para jogar com as duas telas do aparelho, além de ganhar melhorias significativas no texto, uma interface totalmente nova da arena de batalha e vários extras muito legais;
- Ambas as versões possuem a adição dos vídeos em CG.

Mais informações:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chrono_Trigger
http://en.wikipedia.org/wiki/Chrono_Trigger
http://strategywiki.org/wiki/Chrono_Trigger
http://chrono.wikia.com/wiki/Chronopedia
http://chronocompendium.com/

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

In loving memory: Chrono Trigger Masters

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Sorvete de gelatina

E aí, pessoas? Talvez vocês tenham notado que estou aparecendo pouco por aqui, e essa ausência provavelmente será maior daqui pra frente. Na próxima semana estarei ingressando na faculdade e não sei se o meu tempo ocioso será tão ocioso assim. Enfim... veremos.

Enquanto isso não acontece, resolvi ressuscitar uma das categorias que estavam meio desatualizadas: cozinha. Hoje venho aqui compartilhar uma receita de sorvete bem prática e ótima no calorão que anda fazendo.

Este sorvete pode ser feito com qualquer sabor de gelatina, no caso a foto foi de um de maracujá que eu e minha mãe fizemos. Como o sorvete de maracujá ganhou um calda, vou colocar a receita dela também, mas aí quem quiser fazer uma calda de outro sabor é por conta e risco da pessoa. lol

UP: Hotdica! - se você acha que é muito trabalhoso fazer um sorvete em casa e é mais fácil comprar sorvetes prontos, pense antes. Os sorvetes do Carrefour (cito a marca porque é um dos que tem sabores como abacaxi e limão, mas outras marcas também seguem o mesmo caminho) vem com gordura de palma. Além de várias pessoas não poderem consumir esse tipo de gordura ela simplesmente não é necessária para se fazer um sorvete de qualidade - apenas para um sorvete barato de pura banha.

~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~


















Sorvete de gelatina

Ingredientes

1 caixinha de gelatina de maracujá (ou outra de sua escolha)
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite sem soro

Preparo

Preparar a gelatina conforme instruções. Dica: você pode colocar metade da medida de água da gelatina em suco do mesmo sabor da gelatina, o sorvete ficará mais saboroso.
Colocar no liquidificador, juntar o leite condensado e o creme de leite. Bater por 4 minutos.
Colocar em um recipiente com tampa e levar ao freezer até endurecer.
Depois de endurecido, cortar em pedaços e bater por 10 minutos numa batedeira.
Levar ao freezer e voilá, está pronto!

Calda

1 maracujá
1 xícara (chá) de água.
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de amido de milho.

Levar ao fogo até levantar fervura, deixar mais um minuto e desligar.

~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~ • ~

Fora o de maracujá que já foi consumido já tem um de abacaxi e um de limão feitos no freezer!
Amanhã, dia de fazer o de uva! *-*
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...